27/02/2012 · 05h38m
Randolfe inicia ações para celebrar o centenário de Janary Gentil Nunes
do Portal Caipirosca
por Alcineia Cavalcante

Randolfe inicia ações para celebrar o centenário de Janary Gentil Nunes Alcilene Cavalcante em 27 de fevereiro de 2012 No dia 1* de junho deste ano, o primeiro governador do Território Federal do Amapá completaria 100 anos. Janary Gentil Nunes governou o Amapá por quase 12 anos, de janeiro de 1944 a fevereiro de 1956. Seu legado inconteste contempla desde a instalação da capital, Macapá, à estruturação física e política do Território. Contribuir com o resgate da memória deste, que é um dos personagens centrais da história do estado, é mais uma tarefa assumida pelo mandato do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) em 2012. O projeto “Centenário de Janary Nunes” deverá incorporar outros atores como o governo do estado, universidades e demais poderes. O mandato do senador Randolfe deflagra as comemorações reeditando, com apoio do Senado Federal, “Confiança no Amapá: Impressões sobre o Território”, uma publicação da editora Cia. Brasileira de Artes e Letras, datada de 1962. Nesse livro Janary publica “A Mística do Amapá”, seu ideal de “tornar o Território uma das regiões mais ricas e felizes do Brasil”. Através do Colegiado de História da Unifap deverá ser criado um grupo de pesquisas sobre o ex-governador. Os historiadores Paulo Cambraia, Sidney Lobato, Elias de Paula e Maura Leal estão empenhados no projeto Centenário. Documentos originais, ainda não pesquisados estão sendo disponibilizados pela família, através de um dos filhos, Guairacá Nunes. O grupo defende a criação de um Memorial para reunir, além do acervo documental e fotográfico, os restos mortais de Janary, cujo traslado será autorizado pela família. Nascido em Alenquer-PA, no dia 1* de junho de 1912, Janary revelou sua liderança ainda como tenente do Exército Brasileiro. Quando oficial de plantão, determinava que a comida de todas as patentes fosse feita sem distinção. Atitudes como essa levantaram sobre ele a suspeita de simpatizar com o comunismo. Razão pela qual teria sido enviado para Clevelândia do Norte, em Oiapoque-AP, como punição, entre 1936 e 1937. Esse episódio foi narrado por ele próprio aos filhos como sendo seu primeiro contato com o Amapá. Anos mais tarde o capitão Janary teria grande influência sobre a criação dos territórios federais. Em 21 de setembro de 1943 foi nomeado, pelo então presidente Getúlio Vargas, para o cargo de governador do recém-criado Território Federal do Amapá. Após deixar o governo, Janary foi nomeado para a presidência da Petrobrás e posteriormente embaixador do Brasil na Turquia. Faleceu em 15 de outubro de 1982, no Rio de Janeiro, aos 72 anos. – Márcia Corrêa Jornalista

PortalCaipirosca.net - .:: Agora é .NET ::.
Copyright © Todos os direitos reservados 2003 - 2017
Política de Privacidade | Contato | Anuncie Aqui | Sobre o PortalCaipirosca
publicidade
 
 
 
Policores
Confira o site da empresa
www.graficapolicores.com.
Taupys
Coleção de Verão da Schutz na Loja Taupys
www.portalcaipirosca.com.
online
Boys
Girls
18 usuários online